quarta-feira, 21 de julho de 2010

Vai Ter Com a Formiga... Aprenda Com Ela!!

6 Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio. 7 Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador, 8 Prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento. Provérbios 6.6-8

As formigas não são um povo forte; todavia no verão preparam a sua comida; Provérbios 30.25


Introdução:
A maioria das informações aqui contidas, partem de um trabalho de pesquisa, o que sempre em termos de números e informação poderão ser variáveis., contudo podemos afirmar que:
As formigas estão espalhadas em praticamente todas as partes do mundo. Apesar de por vezes causarem estragos em plantações e casas, as formigas são muito úteis para a fertilização do solo e até para controle de outras pragas.
Elas só agem como pragas em ambientes alterados pelo homem, pois em áreas naturais fazem parte do equilíbrio ecológico.
Por aquilo que pude averiguar, existem cerca de 12 000 espécies de formigas catalogadas no mundo, mas estima-se que a quantidade real seja cerca de 18.000. Estes pequenos animais são estudados por uma disciplina científica, conhecida como: mirmecologia
Apesar das formigas serem um insecto pequeno, elas não são desprezadas pelo Criador.


Pensamento: Deus sendo omnipotente, as formigas criou, Salomão sendo o maior sábio as observou.

O QUE PODEMOS APRENDER COM AS FORMIGAS?

1) SÃO PEQUENAS, MAS FORTES
As formigas esperam mais de si próprias do que deveria ser possível. Olhando apenas o tamanho, jamais podemos imaginar todo o potencial que nelas existem.
Diz em Prov.30.25: “As formigas são um povo impotente, todavia...”, porém vejamos o que elas conseguem fazer nesta impotência:
  • Elas podem andar até 300 metros para encontrar comida. Para nós, equivale a ir fazer compras a 60 km de casa, a pé claro!
  • Elas conseguem levantar sete vezes o seu próprio peso. É como se um homem levantasse um carro com os dentes! É inacreditável toda esta força!
A formiga não tem aquilo que nós chamamos de: barreira psicológica dos limites. Elas não pensam e  dizem: “Eu não sou capaz”Esta barreira é o que maioria das  vezes impede Deus agir em nós e por nós.
Não devemos pensar que somos novos demais ou pequenos demais, para conseguir as coisas, devemos sim ter a nossa confiança e fé depositada em Deus. Deus tanto pode usar adultos, como crianças para realizar Sua obra.
Deus usou: um jovem José, um pequeno Davi, uma menina em casa de Naamã etc. 
A nossa força não está em nossa capacidade física, mas em nossa disposição perante Deus:Diga o fraco eu sou forte” Joel 3.10. Aprendeu com a formiga?


2) SÃO TRABALHADORAS
Um ditado diz: “enquanto a cigarra canta, a formiga trabalha”
-Trabalham principalmente no Verão. (Prov.6.8) A Bíblia também apresenta o Verão da vida, no qual é necessário trabalhar para adquirir reservas suficientes para o Inverno da vida espiritual.
Pense e reflicta nestes dois textos:
Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade” Ecl.12.1
Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios.” Slm.90.12


Enquanto as formigas vão trabalhando pela comida, elas vão colocando marcadores ao longo do caminho, fazendo com que as outras possam saber onde está a comida. As feromonas são estes marcadores.
Uma substância constituída por um químico, um odor, que tem simultaneamente a propriedade de ser agradável para as formigas e que, com o passar de algum tempo, desaparece
O Que aprendemos com isso?
Nós por vezes queremos descobrir coisas novas e não seguimos os conselhos de quem tem mais experiência do que nós. Alguém que já passou por tal caminho e tal situação, por exemplo nossos pais, nossos irmãos em Cristo. As formigas mostram-nos que seguir os passos dos outros, quando guiados pelo Senhor, é sinal de prudência e sabedoria.
O regresso das formigas ao ninho é designado por cheiro-de-ninho, que possui um valor máximo no centro do ninho. Este cheiro diminui quanto mais afastado estiverem do ninho. O que aprendemos com isso? Bom...quanto mais nos afastamos do ninho, casa de Deus, Palavra, irmãos, corremos maior risco de nos perdermos.
Assim como as formigas libertam este cheiro agradável quando saem do ninho, também no sentido espiritual, Paulo fala do bom cheiro de Cristo libertado pelos crentes, para que outros os possam seguir (2 Cor.2.14,15). Entendeu a lição da formiga?


3) SÃO MUITO ORGANIZADAS
Dentro do ninho, as tarefas são totalmente divididas. Cada uma se ocupa da sua função, sabe onde deve estar e o que deve fazer. 
Os formigueiros têm lugares "departamentos" adequados a cada situação: creches, maternidades, jardins, há até alguns com “ar condicionado”. Um formigueiro chega a albergar 3 milhões de formigas.
A organização das formigas reflecte-se também no facto de elas nunca consumirem tudo o que têm, deixam sempre reservas: Não vá acontecer algum azar.
As formigas sabem muito bem quando está chegando uma grande tempestade e o Inverno. Pensar em que nunca haverá uma crise é ser irrealista. As formigas sabem que terão crises, elas tem o seu dia mau. Então elas preparam-se para tal. Elas não encontram comida o suficiente para uma semana e depois a comem toda até a próxima semana. Elas armazenam sempre alguma coisa.
Outro aspecto desta organização é que um formigueiro não possui chefe, isto comprovado por estudos recentes, porém Salomão já tinha chegado a esta conclusão: ”que não tendo superior, nem oficial, nem dominador, prepara no Verão o seu pão” Prov.6.7. Os cientistas chamam a isso: auto-organização
Outro aspecto desta organização é que nenhuma formiga faz sempre a mesma coisa durante sua vida. A formiga que foi buscar comida ontem, pode ser convocada, hoje para limpar o lixo do formigueiro. Elas não vivem preocupadas com o dia de amanhã, pois a “folha de serviço” é feita a cada manhã.
A Bíblia diz: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças...” Ecl. 9.10
No aspecto espiritual o povo de Deus deve ser um povo organizado, pois o nosso Deus é um Deus de ordem, não é mesmo?(1 Cor.14.40) Não deve haver preocupação no tipo de trabalho, mas sim em ter trabalho. Deus não olha apenas para o trabalho que fazemos, mas se o fazemos com alegria para o Senhor.(2Cor.9.7) Na obra de Deus há sempre trabalho para todos, nunca ninguém fica de fora.
As formigas também são organizadas porque defendem aquilo que possuem procurando também fazer crescer o formigueiro.
Se o vento ou alguma pessoa destrói uma parte do ninho, elas o constroem de novo e continuam a expandi-lo.
Isto é mais um exemplo para aplicarmos à nossa posição como crentes. Sabemos que o diabo trabalha para destruir a nossa fé e a Igreja, porém a nossa atitude deverá ser trabalhar para espalhar e expandir mais o Evangelho e defender a nossa fé. Aplica-se o ide de Jesus (Mt.28.19)
Devemos pois ser um povo organizado mediante a Palavra de Deus. A rainha de Sabá ficou admirada em ver a organização que havia nos servos de Salomão e em todas as demais coisas. Conseguiu acompanhar a lição da formiga?


4) TÊM ESPÍRITO DE COMPANHEIRISMO
Elas vivem em comunidade, são chamadas de "povo" Prov.30.25
As formigas são seres extremamente sociais. Trabalham em grupo e assemelham-se mais a um único organismo, do que a milhares de insectos. São muito cooperadoras. Elas trabalham para o bem-estar de todas e nunca para seu próprio proveito. As formigas nunca deixam as suas personalidades interferiram.
A formiga não gasta o tempo falando mal da outra formiga. As formigas podem ter suas próprias personalidades, mas não a usa para discutir ou criticar.
Uma formiga não ataca a outra para ser a primeira a chegar e não rouba a comida das outras para guardar para si.
A formiga não é considerado um insecto inteligente, porém a inteligência está na colónia. Um grande exemplo para a nossa vida espiritual.
As formigas não dizem que não precisam das outras, elas sentem-se confortadas quando as outras estão junto dela. Lembra-se do que disse o apóstolo Paulo a respeito da igreja como corpo?“somos membros uns dos outros”.
Isto é ter uma mente-sábia vivendo e sabendo viver em colaboração. Dois cérebros são melhores do que um, a Bíblia diz que: “...melhor é serem dois do que um,...” (Ecl.4.9). Ninguém sabe tudo. Todos precisamos uns dos outros. Apreendeu o raciocínio da formiga?


5) SÃO PERSISTENTES
A procura da comida é uma das situações que provam esta capacidade de não desistir e pode ser dividido em duas situações:
1) Se encontram comida regressam ao formigueiro se não,...
2) continuam a procurar.


Quando as formigas estão trabalhando, elas não seguem desvios repentinos; Elas não desistem no meio do caminho.
O ser humano típico não é persistente, facilmente perdemos a vontade de avançar, quando aparece um obstáculo. As formigas encaram a derrota como sendo apenas temporária, sendo um desafio mais até atingir seu alvo.
Quando nossas casas sofrem ataques de formigas, costumamos por insecticida, isso por algum tempo resulta porém a teimosia as faz regressar. Elas são mesmo determinadas em seus propósitos. Se há comida em um determinado lugar, mas há imensos obstáculos no caminho, a formiga não desiste. Uma formiga sobe uma casa 1000 vezes o seu tamanho se ela tiver que buscar comida. Já desistiu ou vai persistir como a formiga?


6) SÃO CONHECIDAS PELO MESMO NOME
Já reparou que as chamamos pelo mesmo nome - Formigas
Bom seria que todos nós fossemos conhecidos pelo mesmo nome. Em Antioquia os discípulos foram chamados e conhecidos como cristãos At.11.26 Convém que não sejamos apenas de nome, mas pro prática e obra, como é requerido de verdadeiros filhos de Deus.
Deus não faz acepção de pessoas e Ele só tem filhos e não afilhados. Para Deus não há distinção de sexo, idade, etnia etc,etc. Para Deus o importante é que cada um seja fiel em sua missão.


Conclusão:
Eu tenho consciência que o alvo de ser e agir como formiga não é tarefa fácil, nem todos conseguirão, mas creio que se deixarmos Deus operar e o Espírito Santo trabalhar, será possível alcançarmos bons resultados para a glória de Deus. Aprendeu com a formiga? Não!! Então releia o artigo.

Nota: Este trabalho foi realizado para ser ministrado numa lição EBD

2 comentários:

  1. Graça e paz Dumane!

    Que trabalho elucidado e brilhante. Trabalho na área florestal, e as formigas cortadeiras são pragas para formação de eucalipto, e com isso temos que eliminá-las.Mas elas são exemplos para nós.

    Parabéns pelo artigo. peço sua permissão para completar com aquele artigo em que vc comentou.

    Parabéns pelo seu artigo.
    Amplexos de seu conservo,
    Luciano Vieira

    ResponderEliminar
  2. Ah sem dúvida grande exemplo.
    Fique à vontade para reproduzir se assim entender.

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.