segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Porque Paulo Não Era Famoso

]Gustave Doré[

34 E na multidão uns clamavam de uma maneira, outros de outra; mas, como nada podia saber ao certo, por causa do alvoroço, mandou conduzi-lo para a fortaleza. 35 E sucedeu que, chegando às escadas, os soldados tiveram de lhe pegar por causa da violência da multidão. 36 
Porque a multidão do povo o seguia, clamando: Mata-o! (At 24.34-36)


INTRODUÇÃO:

Começo a pensar que pelo fato de nos tornarmos famosos seja em que área de projeção for se com isso não vem outras grandes tentações e quase que infalivelmente começamos a ceder e a sermos destruídos. Pensando nisso fui levado, não em espírito, mas em pensamentos ao apóstolo Paulo.
Muitos têm, numa frustrada tentativa, assim o penso, planejado serem conhecidos para que desta forma possam levar o Evangelho a mais e mais.
No entanto nestas vãs tentativas, e creio que não passa disso, seus planos iniciais, cheio de boas intenções sem dúvida muitas vezes começam a ser fadados ao fracasso, pois as tentações desta dita projecção são muitas. Isso traz-me à memória alguns pregadores e cantores famosos, que a sua fama não os tem feito outra coisa senão os destruir.
Certa vez alguém afirmou com muita propriedade: "Se queres conhecer alguém dá-lhe um pouco de poder".

PORQUE PAULO NÃO ERA FAMOSO

1) PAULO NÃO ERA FAMOSO PELA SUA ELOQUÊNCIA
1 E EU, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. 2 Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. 3 E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor. 4 A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; 5 Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus. (1Cor 2.1-4)

Hoje em dia muitos pastores, doutores e preletores e outros "ores" muitos cursos frequentam afim de que estejam o máximo preparados para o dever de suas funções. Não sou contra isso nem em verdade o posso ser. O problema consiste quando não temos uma visão correta do povo que está à nossa frente e usamos palavras que poucos ao ouvirem serão edificados.
Será que os irmãos que ouvem tais pregadores eloquentes, necessitam de levar um dicionário de língua portuguesa para o culto?(risos)
Há pessoas que falam tão eloquentemente que poucos o percebem. Certamente não aconteceu isso com Jesus. Ele sempre falava de forma a que todos podiam entender, se assim quisessem. Convém não esquecer o exemplo daquele em que n'Ele estão escondidos todas as riquezas da sabedoria e mesmo assim falava de forma que todo o auditório o pudesse compreender (Cl 2.3)
Quanto a Paulo preferia ser conhecido apenas como um instrumento nas mãos do Espírito Santo. Atenção que este não é um ataque à eloquência, mas à supervalorização indevida atribuída a este factor.
Paulo não queria que os irmãos fossem tocados e prendidos por esta aspecto, mas sim pelo poder do Espírito Santo.


2) PAULO NÃO ERA FAMOSO PELOS INÚMEROS BAPTISMOS QUE REALIZAVA
14 Dou graças a Deus, porque a nenhum de vós batizei, senão a Crispo e a Gaio, 15 Para que ninguém diga que fostes batizados em meu nome. (1Cor. 1.14,15)
Hoje tantos acham que sua fama e reputação está nas milhentas pessoas que possam batizar. Desejar batizar muitos poderá levar muitos pregadores a incorrer num risco de batizar pessoas completamente desqualificadas, despreparadas sem a mínima noção do que realmente estão fazendo. Muitas vezes tais pessoas dão este passo não compreendendo verdadeiramente a mensagem da cruz, o Evangelho, o compromisso com Cristo, o tomar a cruz, etc.
Conheço de casos que os líderes quase que forçam as pessoas a batizarem-se. Tais acontecimentos são propagados em revistas e procuram muitas vezes trazer os líderes para a ribalta.
Paulo preferia muito mais instruir as pessoas em toda a doutrina de Deus do que efectuar baptismos. Ele gloriava-se e até dava graças a Deus por isso. Que forma tão estranha de pensar contrastando como os tempos e dias de hoje.


3) PAULO NÃO ERA FAMOSO POR SEU VASTO CURRÍCULO
5 Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; segundo a lei, fui fariseu; 6 Segundo o zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. 7 Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. 8 E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo,  (Flp 3.5-8)
O apóstolo considerava suas credenciais passadas como lixo, para que apenas Cristo fosse valorizado e exaltado na vida dele.
Ele coloca isso de parte. Ele não faz uso do seu historial passado afim de convencer os irmãos que ele realmente era importante e que eles deveriam levar isso em conta.
Se muitos hoje tivessem estas credenciais provavelmente seu cartão de apresentação não abarcaria tantas virtudes.


4) PAULO NÃO ERA FAMOSO PORQUE ERA APLAUDIDO POR TODOS
"... ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado." (2Cor 12:15)
"Porque as suas cartas, dizem, são graves e fortes, mas a presença do corpo é fraca, e a palavra desprezível."  (2Cor 10:10)
Hoje a popularidade da pregador mede-se pelas multidões de seguidores nas comunidades virtuais, pelo número de fãs que sempre o seguem por onde quer que ele ande. Hoje muitos são considerados celebridades.
Quem não segue tais personalidades quase que é digno de excomunhão terrestre e global. Ao olhar para o apóstolo Paulo, que era completamente dominado pelo amor de Cristo, amava sem ser amado.
Não é isso que estamos presenciando nos famosos de nossos dias. Isso não diz respeito somente a pregadores, mas inclui também cantores do meio chamado "gospel".


5) PAULO NÃO ERA FAMOSO PORQUE ERA SERVIDO
"Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas,..." (2Cor. 12.15)
Como também eu em tudo agrado a todos, não buscando o meu próprio proveito, mas o de muitos, para que assim se possam salvar. (1Cor 10.33)
Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna. (2Tm 2.10)
Muita sabiamente alguém quanto a este respeito afirmou: "Hoje dentro da Igreja há muitos senhores e poucos servos". Não será mesmo um dos nossos maiores problemas?

6) PAULO NÃO ERA FAMOSO PORQUE ERA PERFEITO E IRREPREENSÍVEL
"Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal."  (1Tm 1:15)
Hoje muitos se retratam como alguém infalível e irrepreensível. Ninguém o poderá dizer nada. Hoje existe muitos "Papas" no meio evangélico. Deixe-me dar um exemplo:
O maior desastre da aviação de sempre, aconteceu em Tenerife - Canarias onde morreram quase 600 pessoas, devido a um embate entre dois aviões ambos em processo de descolagem em plenas condições de nevoeiro. (Leia mais sobre este acidente AQUI)
Este acidente aconteceu basicamente porque o piloto comandante simplesmente não ouviu seu co-piloto. Depois deste grande acidente as leis da aviação foram alteradas. Um comandante é obrigado a dar ouvidos ao seu co-piloto. Até então o piloto comandante era quem ponha e disponha. Sua vontade era suprema e irrepreensível.
Isto nos ensina muito. Não queiramos ter um acidente para aprender a ouvir os que estão à nossa volta. Possamos dar mais ouvidos a quem nos alerta afim de evitarmos grandes desgraças tanto em nossas vidas pessoais, como no ministério, matando muitos que estão à nossa volta.


7) PAULO NÃO ERA FAMOSO PORQUE SEMPRE  SUAS ORAÇÕES ERAM RESPONDIDAS
8 Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. 9 E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. 10 Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. (2Cor 12.8-10)
Hoje nós encontramos até uma ponta de orgulho em determinadas orações. Parece-me que há pessoas que nem sequer mandam em si e já desejam mandar em Deus. Este tipo de pessoas não pede, exige!


A ÚNICA RAZÃO PORQUE PAULO TORNOU-SE FAMOSO
Paulo  simplesmente tornou-se famoso porque cumpriu seu ministério de forma integra até ao fim:
"Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus."  (At 20:24)
6 Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. 7 Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. 8 Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. (2Tm 4.6-8)

É apenas isso que desejo e é nesta área que desejo ser famoso. E você?


Se gostou deste artigo considere a possibilidade de receber outros artigos em sua caixa de email de forma totalmente gratuita. Clique AQUI

0 comentários:

Enviar um comentário

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.