quinta-feira, 11 de julho de 2013

10 Dicas Para Destruir O Casamento


INTRODUÇÃO:
Estas dez dicas foram sendo postadas pouco a pouco em meu mural de facebook. Como apercebi-me que recebeu um bom feedback, resolvi-os colocar de forma sucinta tal qual os postei.
É do meu grande interesse desenvolver de forma o mais aprimorada possível, estes dez tópicos, fundamentando-os de forma mais apropriada.
No entanto deixo-os compilados afim de que cada um por si possa ver em que áreas tem caído e necessita de melhoramento.


Dica 1 :
Fale sempre que possível, mal de seu cônjuge, para outras pessoas, inclusive para seus (do crítico, entenda-se) próprios pais.


Dica 2 :
Anote todas as falhas que ele/a vai tendo antes de uma discussão. Depois quando discutirem, e sentir que não tem mais argumentos, puxe a lista das falhas e lance tudo na cara dele/a. É um bom método e é raro falhar. Duarte Rego


Dica 3 :
Antes de casar deixe muito claro: Uma coisa são os seus amigos/as e outros são os amigos/as dele/a.
Assim sendo, cada um sai, diverte-se com seus próprios amigos/as e não há qualquer tipo de união amistosa. Isto dar-te-à toda a liberdade que precisas sem ele/ela estar por perto.


Dica 4 :
Jamais se esqueça de não misturar as economias, ganhos, etc. Isto seria fatal para que o seu casamento corresse bem. Para quem deseja destruir o casamento, nada melhor que cada um ter o seu domínio financeiro.


Dica 5 :
Quando sentir que errou, que ofendeu o seu cônjuge, jamais peça perdão ou desculpa. Tente de maneira subtil amolecer a ofensa com alguns gestos ou mesmo presentes.
Isso é óptimo, porque mais vale perder algum dinheiro do que perder a dignidade ao pedir perdão. Você perceberá que rapidamente tudo volta ao normal.



Dica 6 :
Não perca tempo com agradecimentos. Veja sempre as tarefas, os trabalhos de seu cônjuge como um dever e obrigação do mesmo. É muito mais próprio usar o agradecimento para as outras pessoas; para as pessoas de fora. Assim, todos saberão que é uma pessoa gentil e bem educada.


Dica 7 :
Não se preocupe em desenvolver uma vida espiritual de intimidade com Deus junto com seu cônjuge. E só de pensar que há uns poucos casais que fazem isso?!
O importante é que cada um tenha sua vida de oração particular.
Já imaginou a vergonha de estar intercedendo com ele e por ele a Deus, na presença dele/a ?
O melhor lugar para orarem juntos é somente no culto e melhor ainda nos "cultos da família". Aí todos saberão que se preocupa realmente com seu cônjuge.


Dica 8 :
Não se vergue, procurando seu cônjuge afim de estarem juntos em uma intimidade sexual.
Procurar o cônjuge, vai demonstrar que é uma pessoa fraca e até pode dar a ideia de ser demasiado carnal por pensar nestas coisas. Se quiser destruir o casamento, não se vergue por tal ato insano.


Dica 9 :
Uma forma também fácil de ir destruindo o casamento aos poucos, caso assim entenda e tenha isso em mente, é aproveitar em público as falhas do cônjuge, e repreende-lo na frente de todos, seja áspero, use alguma palavras fortes, mas cuidado - não exagere, para que as pessoas não o tenham como mal educado.
O objectivo é apenas a humilhação do seu cônjuge. Desta forma, dará a imagem que é uma pessoa imparcial até com sua "cara-metade", que tanto ama e respeita.


Dica 10 :
Use de generalizações, sempre que tiver uma oportunidade diga:
  • "Tu és sempre a mesma coisa",
  • "Tu nunca mudas";
  • "Nunca fazes corretamente isso",
  • "Jamais conseguirás"

Dentro desta área usar uma linguagem de comparações também é muito útil, do tipo:
És mesmo igual a tua mãe, teu pai, teu irmão, etc...

Isto mata dois coelhos de uma vez: Destrói a auto estima do cônjuge, geralmente provocando efeitos duradouros e ataca a sua família, que provavelmente será o seu refúgio depois de você destruir o seu casamento.


CONCLUSÃO:
Siga as 10 dicas que lhe dei e vai ver como funciona. Pode crer que já testei algumas delas, e resultava.
Se você não quiser destruir o seu casamento, procure estabelecer em sua vida, os padrões contrários ao que propôs nestes 10 pontos. Também já os apliquei e a cada dia tento melhorar e há diferenças significativas.


NOTA:
Gostaria muito que deixasse seu comentário, deixando também no mesmo sugestões as quais poderei abordá-las num futuro próximo, espero eu, se Deus assim permitir.
Também se for do seu interesse inscreva-se abaixo para que receba em seu email nossos artigos.
Não se esqueça, após fazer a inscrição, confirmar em sua caixa de email, para finalizar o processo de adesão.


Receba nossos artigos em seu email:


Delivered by FeedBurner

1 comentário:

  1. Bom lhe enviei já meu comentário pessoalmente, mas esse artigo,dou minhas congratulações...Já testeiao inverso e posso dizer que se você quer se separar siga passo a passo que da certo!!
    P.S.: PELO AMOR DA SUA ALMA NÃO FAÇA rsrs..
    Valeu Du!!

    ResponderEliminar

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.