quinta-feira, 6 de maio de 2010

O Homem e Satanás- Capítulo 3 - O Cajado do Pastor




Capítulo 3
O Homem e Satanás


A. O HOMEM—A IMAGEM DE DEUS — CRIADO PARA TER DOMÍNIO
Deus tinha motivos muito bons para a criação do Homem (homem e mulher). Ele tinha um maravilhoso plano e propósito para eles. Pelo fato de Deus ser amor, Ele desejava ter seres que pensassem e sentissem como Ele, seres com os quais Ele pudesse compartilhar a Sua vida... tudo o que Ele é e tudo com o qual Ele está envolvido —e que dominassem os céus e a terra com Ele, como filhos. Assim sendo, Ele criou o homem — em Sua Própria imagem.
"Então Deus disse: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança, e que eles dominem sobre os peixes dos mares e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todas as criaturas que se movem sobre a terra. Assim sendo, Deus criou o homem à Sua Própria imagem, à imagem de Deus Ele o criou, macho e fêmea, Ele os criou" (Gn 1:26,27).


B. LÚCIFER
Deus criou muitas coisas maravilhosas antes de criar os céus e a terra. Entre estas coisas encontravam-se os anjos — seres espirituais cujo propósito é o de cumprirem a vontade de Deus. Os anjos adoram a Deus e O servem continuamente (Ap 5:11-14).
No entanto, quando Lúcifer, um dos grandes anjos da liderança compreendeu sobre o plano de Deus de criar o homem, ele se rebelou contra Deus. Ele queria estar acima do Trono de Deus. Ele queria a posição e a autoridade que Deus havia planejado para a espécie humana. Ele queria governar toda a Criação acima do Trono de Deus no Céu.
Quando Lúcifer se rebelou, Deus o expulsou do Céu. Ao mesmo tempo, um terço dos anjos uniram-se naquela rebelião e foram expulsos com Lúcifer (Ap 12:4). "Como caíste do céu, ó estrela da manhã [Lúcifer], filho da alva! Foste derribado à terra, tu que outrora debilitavas as nações!
"Dissesle no teu coração: Subirei ao céu, exaltarei o meu trono acima das estrelas de Deus, assentar-me-ei entronizado no monte da assembléia, no mais alto da sagrada montanha. Subirei acima das mais altas nuvens. Tornar-me-ei semelhante ao Altíssimo" (Is 14:12-14).
Lúcifer foi lançado à terra onde hoje é conhecido como "Satanás" ou "Diabo". Separado da glória do Deus Criador, ele perdeu a beleza e a luz que tinha outrora (Ez 28:11-17) e tornou-se maligno e repleto de trevas.
Os anjos que caíram com ele também perderam a sua glória e tornaram-se espíritos malignos no recém-criado mundo de Deus. Mas a maligna ambição de Satanás não mudou e, assim sendo, ele começou um outro plano para tentar usurpar (tomar ilegalmente) o Trono de Deus. Ele passou a perseguir o homem que Deus havia criado.


C. A TENTAÇÃO
Deus deu ao Seu primeiro homem e mulher (Adão e Eva) autoridade sobre toda a terra e disse-lhes para manterem-na sob o seu domínio. Para mantê-los a salvo de Satanás e de seus espíritos malignos, Deus plantou duas árvores especiais no Jardim onde Adão e Eva moravam. Deus as chamou de "Árvore da Vida" e "Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal" (veja Gênesis 2:9,17).
A Árvore da Vida representava a vida e a autoridade do Próprio Deus — assim sendo, ao comer do seu fruto, Adão e Eva seriam cada vez mais preenchidos com a força, o amor e a glória de Deus.
A Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal representava a vida e a autoridade de Satanás, e enquanto Adão e Eva não comessem do seu fruto, estariam a salvo dos espíritos malignos que enchiam a terra. O domínio de toda a criação sempre seria deles se obedecessem ao seu amoroso Deus (Hb 2:8).
"O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no Jardim do Édenpara lavrá-lo e tomar conta dele. E o Senhor Deus ordenou ao homem:
"Você pode comer de qualquer árvore do Jardim, mas você não pode comer da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal, pois quando você comer dela, você certamente morrerá'' (Gn2:15-17).
No entanto, Satanás enganou a Eva. Ele lhe disse que a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal não era tão ruim assim — ao contrário, ela se tornaria semelhante aos deuses. Ainda que sabendo que era uma mentira, Adão também comeu da árvore (1 Tm 2:14).
"E vendo a mulher que o fruto da árvore era bom para se comer e agradável aos olhos, e também desejável para se ganhar sabedoria, ela pegou um pedaço e o comeu. Ela também deu um pedaço ao seu marido, que estava com ela, e ele o comeu" (Gn 3:6).


D. O RESULTADO
Através deste isolado ato pecaminoso, o homem perdeu a glória, a imagem de Deus, e o domínio sobre a criação. Satanás então tomou o trono desocupado por Adão e Eva e exerceu o seu domínio sobre a terra, e a morte encheu o mundo (Hb 2:14,15).
" ...o pecado entrou no mundo através de um só homem, e a morte através do pecado, e desta maneira a morte veio a todos os homens, porque [em Adão] todos pecaram..." (Rm 5:12).
Todas as gerações subsequentes a Adão e Eva herdaram a sua natureza caída. Todos foram submetidos ao poder e ao domínio de Satanás.
''Quanto a vocês, vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver quando seguiam os caminhos deste mundo e o príncipe do reino do ar, o espírito que agora opera naqueles que são desobedientes.
"Todos nós vivíamos dentre eles em certa ocasião, gratificando os desejos da nossa natureza pecaminosa e seguindo as suas vontades e pensamentos. Semelhantemente ao restante, éramos por natureza objetos de ira " (Ef 2:1 -3).
Os corações das pessoas em toda parte estão agora repletos de:

1. Idolatria
"Muito embora conhecessem a Deus, nem O glorificaram como Deus, nem Lhe deram os seus agradecimentos, mas o pensamento deles tornou-se fütil e os seus corações tolos foram obscurecidos.
"Ainda que se dissessem sábios, tornaram-se tolos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens formadas para parecerem semelhantes aò homem mortal, e a pássaros, e a animais, e répteis" (Rm 1:21-23).
2. Imoralidade"Portanto, Deus os entregou nos desejos pecaminosos de seus corações à impureza sexual para a desonra de seus corpos uns com os outros.
"Eles trocaram a verdade de Deus por uma mentira, e adoraram e serviram as coisas criadas, ao invés do Criador — o Qual é para sempre louvado. Amém!
"Por causa disto, Deus os entregou a concupiscências vergonhosas. Até mesmo as suas mulheres trocaram as suas relações naturais por relações anormais. Da mesma maneira, os homens também abandonaram as relações naturais e inflamaram-se com concupiscências uns com os outros.
"Os homens cometeram atos indecentes com outros homens e receberam em si próprios a penalidade devida por sua perversão"
(Rm 1:24-27).

3. Todos os Tipos de Iniqüidade"Além disso, por não considerarem que valesse a pena reter o conhecimento de Deus, Ele os entregou a uma mente depravada, para fazerem o que não deveria ser feito. Tornaram-se cheios de todo tipo de iniqüidade, maldade, cobiça, e depravação. Estão cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, e malícia. "São mexeriqueiros, caluniadores, pessoas que odeiam a Deus, insolentes, arrogantes, e vangloriosos. Inventam formas de fazer o mal e são desobedientes a seus pais. São insensíveis, incrédulos, impiedosos, cruéis.
"Muito embora conheçam o justo decreto de Deus que os que fazem estas coisas merecem a morte, não somente continuam a fazer estas mesmas coisas, mas também aprovam os que as praticam"
(Rm 1:28-32).

E. O GRANDE PLANO DE DEUS PARA A RESTAURAÇÃO
Deus não desistiu do homem por causa do seu pecado! Não! Ao invés, Ele colocou em ação um outro plano grandioso — o plano de salvar a humanidade do poder de Satanás e de restaurá-la ao Seu plano original de sermos Seus filhos e de compartilharmos do Seu Trono. Ele começou a preparar o mundo para a vinda do Salvador — Jesus. "Porque assim como em Adão iodos morrem, assim também em Cristo todos serão vivificados" (1 Co 15:22). O Novo Testamento registra a história de Cristo, Aquele que viria para nos salvar de todos os pecados.

0 comentários:

Enviar um comentário

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.