sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Creia Além...

]Fonte[
30 Dizendo ele estas coisas, muitos creram nele. 31 Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; 32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. (Jo.8.30,31)

Crer em Jesus como Filho de Deus é o princípio, o primeiro passo para sermos salvos e por consequência sermos seus discípulos.
Jesus declarou: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. (Jo.8.31,32)

Devemos seguir uma ordem, a sequência de Deus, não a alternado, repare:
1º Cremos;
2º Guardamos os ensinamentos de Jesus;
3º Tornamo-nos livres

É assim que progredimos em direcção à liberdade – Crendo em Jesus Cristo e permanecendo na Palavra. Permanecer em seus ensinamentos, continuar em sua Palavra é uma evidência da verdadeira fé.
Por que Jesus disse aquilo para a multidão que cria, supostamente, n'Ele? Porque ele reconheceu a fé parcial que eles estavam tendo. Ora, não é este tipo nem esta qualidade de fé que Ele deseja ver em nós!
Devemos sempre colocar a questão: Porque creio em Jesus? Que tipo de crença eu tenho em Jesus?

CREIA MAS...

a) CREIA ALÉM DOS MILAGRES
Jesus tinha acabado de purificar o templo, expulsando os cambistas e João observou que: “...muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome." (Jo. 2.23).
Para nós, talvez este versículo seria um indicador de conversão plena, mas não! Pois o texto diz: Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque a todos conhecia; (Jo. 2.24,25).

Jesus não confiava nesta gente porque conhecia o coração de todos eles. Isto deverá criar temor em nós e um desejo de purificação em nossos sentimentos para com Jesus.
Ver milagre ou mesmo efectuar milagres não é sinónimo de salvação e de estar cumprindo a vontade de Jesus Cristo.
"Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?"  (Mt. 7:22)

Jesus sabia que a fé deles não era uma fé salvadora, regeneradora, purificadora, justificadora. Eles acreditavam por aquilo que tinham visto fazer. No texto em apreciação (Jo. 8.30) revela que "muitos creram nele", no entanto, na continuação do texto depreendemos que este tipo de "crer" era apenas algo muito superficial, ligeiro e fútil. Atentemos para os seguintes textos:
37 ...contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não entra em vós.
40 Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido; 
43 Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra.
45 Mas, porque vos digo a verdade, não me credes.
47 Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus.
48 Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Não dizemos nós bem que és samaritano, e que tens demônio?
59 Então pegaram em pedras para lhe atirarem; (vers.37,40,43,45,47,48,59)

Portanto milagres não é base sustentável para apoiarmos nossa crença, nossa fé em Jesus. É preciso crer além disso. O verdadeiro discípulo de Jesus, não segue seu mestre pela vista, mas pela fé, é isto que nos ensina a Palavra de Deus: "Porque andamos por fé, e não por vista."  (2Cor. 5:7)
Jesus disse a Tomé: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram. (Jo. 20.29). O verdadeiro discípulo não vê para crer, mas crê para ver.

Veja o que diz o profeta Habacuque:
17 Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; 18 Todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação. (Hab. 3:17,18)

Ou seja, mesmo que em sua vida não haja os milagres que você deseja ver ou que possam propagandar e até "profetizarem", creia em Deus simplemente porque Ele é Deus; Não se esqueça: a salvação da sua alma é o maior milagre.
Infelizmente, o que temos presenciado são pessoas que são levadas de uma para outra parte por causa de supostos milagres que estão acontecendo algures.
Até já ouvi de um casal, que não tinha filhos o argumento que iria para outra congregação porque era lá que Deus estava abrindo as madres das senhoras. É isso admissível?? Que Deus nos guarde.
Estas pessoas são pessoas tão  fracas em suas convicções, tão fracas de mente, pois andam ao sabor do vento do milagre e dos milagreiros. Deus não quer que seja assim. E você como age?


b) CREIA ALÉM DAS TRIBULAÇÕES
Quando Jesus ensinou a parábola do semeador, falou sobre a semente que caiu sobre solo rochoso. Essa figura representa as pessoas que crêem mas não têm raiz profunda, não têm um compromisso sério, pois: Quando chegam as tentações e as lutas, elas se afastam (Lc. 8.11-15).

Podemos ler nas Escrituras sobre líderes judeus que: creram nele; mas não o confessavam por causa dos fariseus, para não serem expulsos da sinagoga. 43 Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus. 44 E Jesus clamou, e disse: Quem crê em mim, crê, não em mim, mas naquele que me enviou. (Jo. 12.42-44)

Eles creram, mas não O confessaram publicamente pois tiveram medo das represálias, dos problemas que poderiam advir por seguirem a Jesus.
Nossa casa espiritual deverá estar foritificada e é fortificada com base na aplicação da Palavra em sua vida, foi isso que Jesus ensinou:
24 Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; 25 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. (Mt.7.24,25)
Olhe para a chuva, os rios e ventos como símbolos de tentações e tribulações que a tentarão derrubar ao longo da sua jornada, porém, você pela fé e porque coloca a palavra de Deus em prática as conseguirá vencer e portanto permanecerá de pé.


c) CREIA ALÉM DOS DEMÓNIOS
Crer em Cristo não é suficiente; Tiago diz:
Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. (Tg 2.19).

Sobre determinados anjos "caídos", a Palavra afirma:
Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo; (2Pd. 2:4)
E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; (Jd. 6)
Do próprio diabo Jesus diz que ele:  "...não se firmou na verdade..." (Jo. 8:44). Não que o diabo e seus anjos não conhecessem a verdade, ou não cressem em Deus ou em seu Filho Jesus Cristo, mas simplesmente porque não permaneceram, naquilo que criam e conheciam que era a verdade.
Um certo homem abordado sobre Cristo e a salvação, disse: "Eu creio em tudo isso, mas não estou preparado para dar minha vida a Jesus".
Entendemos o que isso representa? Deve haver a fé, mas precisa haver também confissão e entrega.


O SEGREDO DE PERMANECER
Jesus disse à multidão de judeus: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos (Jo. 8.31).
Tiago diz: A fé, se não tiver obras, por si só é morta (Tg.2.17).
A palavra "permanecer" traz consigo a ideia de OBEDIÊNCIA. O verdadeiro discípulo permanece, continua na obediência à Palavra e aos ensinamentos de Jesus.
Não podemos receber Jesus em nossas vidas se não aceitarmos em nossas vidas o Seu Senhorio. Ele não quer apenas ser nosso Salvador, mas deseja ser nosso Senhor. Como alguém afirmou: Nós não fazemos de Cristo Senhor; Ele já é Senhor.
A pergunta não passa por: "Cristo é o Senhor da minha vida?'' mas sim: "Eu me submeto ao Senhorio de Cristo?"
Existem pessoas que afirmam ser discípulos de Cristo, mas demonstram pouco amor por Sua Palavra. Um verdadeiro discípulo é orientado pela Palavra de Deus.
A palavra discípulo significa, literalmente, um aprendiz. O verdadeiro discípulo não é apenas um mero ouvinte, mas também um praticante.
E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos. (Tg. 1.22).

Portanto termino afirmando: Não creiamos apenas em Cristo, permaneçamos n'Ele em Seus ensinamentos, em Sua Palavra, apesar dos milagres e das tribulações em nossas vidas.


Se gostou deste artigo considere a possibilidade de receber  outros artigos em sua caixa de email. Subscreva Reflexões Bíblicas.

0 comentários:

Enviar um comentário

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.