sábado, 27 de novembro de 2010

Quanto Mais Vazio, Mais Cheio

]Fonte[

Quer conhecer um crente carnal?
Ouça o que ele diz ou ouça-se a si mesmo sobre as coisas materiais. Materialismo não combina com espiritualidade; Ser materialista não é possuir muito, mas sim viver-se em dependência disto.

Não é difícil pessoas vazias de Deus procurarem se satisfazer nas coisas que o mundo oferece. A palavra de Deus alerta: "Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele."  (I Jo. 2:15)

Também diz: 
1 PORTANTO, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. 2 Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; 3  Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. (Cl.3.1-3)

Lembre-se de que Esaú trocou as bençãos de Deus pelas lentilhas um símbolo das coisas terrenas, daquilo que provém da terra e Paulo alerta: "Pensai nas coisas que são de cima..."
"E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura."  (Hb. 12:16)

O que presenciamos é que muitos estão fugindo das riquezas que há em Cristo Jesus, porém a Palavra de Deus, ainda diz:
"Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus."  (Ef. 2:7)
"A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo,"  (Ef. 3:8)
"O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus."  (Flp. 4:19)
"Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória;"  (Cl. 1:27)

Sua Bíblia ainda possui os versículos supracitados? Que bom!!
Você tem considerado as riquezas espirituais que há em Cristo Jesus, como suas?
De que modo isto tem moldado seu lidar com este mundo e com o materialismo?

Atente agora para este contraste:
"Como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, e possuindo tudo."  (2Cor. 6:10)

"Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;"  (Apoc. 3:17)
Quem era na verdade rico? Rico não é aquele que tem muito, mas aquele que sabe viver com o que tem. Você tem sabido viver com o que Deus tem colocado em suas mãos ou vive tão vazio de Deus que procura como um desesperado encher-se do materialismo?

Pense: Quantos crentes no lugar de Moisés trocariam o palácio pelo sofrimento?
Hoje, deparamo-nos com muitos "Moisés", fazendo escravos seus irmãos em troco do seu lugar no palácio, de seu enriquecimento pessoal.
24 Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, 25 Escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; 26 Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa. (Hb.11.24-26)

...se as vossas riquezas aumentam, não ponhais nelas o coração. (Slm.62.10)

Crente que põe o coração nas coisas materiais é crente que, quanto mais vazio, mais cheio está do materialismo.

Pense Nisso!!

Se gostou deste artigo considere a possibilidade de receber  outros artigos em sua caixa de email. Subscreva Reflexões Bíblicas.

2 comentários:

  1. Caro Duarte Rego,

    Shalom!

    Louvo a Deus pela sua vida e ministério!
    Continue se permitindo ser usado pelo Espírito Santo, para edificação da Igreja de Cristo.

    Pr. Carlos Roberto

    ResponderEliminar
  2. Graça&Paz irmão Carlos Roberto!

    Muito obrigado por suas palavras de encorajamento. Este também é o meu sentimento quanto ao seu trabalho desenvolvido de maneira nobre na blogosfera.

    Deus o abençoe ricamente.

    ResponderEliminar

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.