quinta-feira, 10 de março de 2011

[Reflexão] Uma Borboleta, Um Botânico Ou Uma Abelha


Um homem que olhou pela janela de sua casa, para um lindo jardim, cheio de plantas e flores, pude constatar três coisas:
Primeiro ele viu uma bela borboleta, que flutuava entre as flores, pousando por apenas alguns segundos em cada flor antes de prosseguir. Ela tocava em muitas flores, mas não tirava nenhum benefício delas.

Em seguida o homem viu um botânico, com um bloco de notas debaixo do braço e uma lente de aumento na mão. O botânico se inclinava sobre uma flor por um longo tempo, observando-a através da lente de aumento e fazendo muitas anotações no bloco. Ele ficou ali por horas, estudando as flores e escrevendo. Finalmente, fechou o bloco, colocou a lente no bolso e se afastou.

O terceiro visitante do jardim florido foi uma pequena abelha. Ela pousava numa flor e ia fundo, extraindo todo o néctar que era capaz de carregar. A cada flor que visitava, a abelha chegava vazia e saía carregada.

Moral da História:
Assim são os cristãos em sua abordagem da Bíblia.
Existem as borboletas. Movem-se entre um sermão inspirador e outro, de uma aula de estudo bíblico para outra, flutuando aqui e ali, não adquirindo nada mais além de uma sensação de bem-estar.
Existem também os botânicos espirituais. Vão fundo no estudo, mas tiram muito pouco em termos práticos do dia-a-dia. São apenas teóricos.
Existem aqueles que são como abelhas espirituais. Entram profundamente em cada flor, retirando o máximo de cada uma. Os crentes espirituais de cada livro ou página da Bíblia, extraem a sabedoria, a verdade e a vida que se tornam uma bênção não somente para eles mas para todos os que estão ao redor.

O estudo da Palavra deve ir além da nossa cabeça, deve penetrar no seu coração. Devemos ser muito mais do que estudantes da bíblia - Devemos ser praticantes da Bíblia.
A diferença é a obediência ao Espírito Santo, nosso mestre residente, que pode lhe dar todos os benefícios da Bíblia se lhe dermos liberdade. Podemos chegar vazios(como as abelhas) e sairmos carregados, cheios.

Adaptado do Livro: Como Obter o Máximo da Palavra de Deus, John MacArthur Jr., Editora Cultura Cristã

2 comentários:

  1. A paz do Senhor Jesus! Muito boa esta reflexão, tem crente que chega na igreja vazio e sai vazio, pois ficam zanzando pra lá e pra cá e não presta atenção nos cultos... Misericórdia! Deus te abençoe!
    http://mulheresnopeniel.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. @Rosangela Moura
    Sem dúvida que sim!! Precisamos muito da graça de Deus para não incorrermos no mesmo erro, pois é fácil.

    Abraços

    ResponderEliminar

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.