terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Conselhos Práticos No Livros de Provérbios


Nota:
Todos os textos são extraídos no Livro de Provérbios.


BUSCA A SABEDORIA
O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.  (1.7)
O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência. (9.10)
13 Bem-aventurado o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento; 14 Porque é melhor a sua mercadoria do que artigos de prata, e maior o seu lucro que o ouro mais fino. 15 Mais preciosa é do que os rubis, e tudo o que mais possas desejar não se pode comparar a ela. (3:13-15)
Compra a verdade, e não a vendas; e também a sabedoria, a instrução e o entendimento. (23:23) O QUE ama a instrução ama o conhecimento, mas o que odeia a repreensão é estúpido. (12.1)
Os sábios entesouram a sabedoria; mas a boca do tolo o aproxima da ruína. (10.14)

BUSCA A DISCIPLINA
“Faze deveras teu coração chegar-se à disciplina e teu ouvido às declarações de conhecimento.” (23:12)

BUSCA DESVIAR-SE DO PECADO
Pela misericórdia e verdade a iniqüidade é perdoada, e pelo temor do SENHOR os homens se desviam do pecado. (16.6)

EVITA A IRA
Melhor é o vagaroso em irar-se do que o homem poderoso, e aquele que controla seu espírito, do que aquele que captura uma cidade. (16:32)
Não tenhas companheirismo com alguém dado à ira; e não deves entrar com o homem que tem acessos de furor, para não te familiarizares com as suas veredas e certamente tornares um laço para a tua alma. (22:24,25)
Uma resposta, quando branda, faz recuar o furor, mas a palavra que causa dor faz subir a ira. (15:1
O princípio da contenda é como alguém deixando sair águas; portanto, retira-te antes de estourar a altercação. (17:14)
O longânimo é grande em entendimento, mas o que é de espírito impaciente mostra a sua loucura. (14.29)

EVITA A PREGUIÇA
O que lavra a sua terra se fartará de pão; mas o que segue os ociosos é falto de juízo. (12.11)
O preguiçoso disse: ‘Há um leão lá fora! Serei assassinado no meio das praças públicas! (22:13)
O preguiçoso mostra-se almejante, mas a sua alma não tem nada. No entanto, far-se-á que a própria alma dos diligentes engorde. (13:4)
Por causa do inverno, o preguiçoso não lavra; vai estar mendigando no tempo da colheita, mas não haverá nada. (20:4)
Como vinagre para os dentes e como fumaça para os olhos, assim é o preguiçoso para os que o enviam. (10:26)

NÃO É COBIÇOSO DA APARÊNCIA
Pois o mandamento é uma lâmpada e a lei é uma luz, e as repreensões da disciplina são o caminho da vida, para guardar-te da mulher má, da maciez da língua da mulher estrangeira. Não desejes no teu coração a sua lindeza e não te cative ela com os seus olhos lustrosos, visto que por causa duma mulher prostituta fica-se reduzido a um pão redondo; mas, no que se refere à esposa de outro homem, ela caça até mesmo a alma preciosa. (6:23-26)

NÃO SE CANSA PARA ENRIQUECER
Não labutes para enriquecer. Deixa da tua própria compreensão. Fizeste teus olhos relanceá-la [a riqueza], sendo que ela não é nada? Pois, sem falta fará para si asas como as da águia e sairá voando em direção aos céus. (23:4,5)

NÃO POSSUI AUTO-CONFIANÇA
Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. (3:5)

NÃO SE VANGLORIA
Que um outro te louve, e não a tua própria boca; o estranho, e não os teus lábios. (27:2)

CONFESSA SEU PECADO
O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. (28:13)

NÃO É APRESSADO E COMPULSIVO 
Assim como não é bom ficar a alma sem conhecimento, peca aquele que se apressa com seus pés. (19.2)

LUTA CONTRA A INVEJA
O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos. (14.30)

TEM ESPÍRITO PERDOADOR
O ódio excita contendas, mas o amor cobre todos os pecados. (10.12)


SOBRE O FALAR

FALA NO TEMPO CERTO
O homem se alegra em responder bem, e quão boa é a palavra dita a seu tempo! (15:23)

PENSA PRIMEIRO / IMPULSIVO
O que responde antes de ouvir comete estultícia que é para vergonha sua. (18:13)
Na multidão de palavras não falta pecado, mas o que modera os seus lábios é sábio. (10:19)
A ira do insensato se conhece no mesmo dia, mas o prudente encobre a afronta. (12.16)

NÃO REVELA SEGREDOS
O mexeriqueiro revela o segredo, mas o fiel de espírito o mantém em oculto. (11:13)
O que anda tagarelando revela o segredo; não te intrometas com o que lisonjeia com os seus lábios. (20:19)

NÃO DIFAMA
12 O homem mau, o homem iníquo tem a boca pervertida. 13 Acena com os olhos, fala com os pés e faz sinais com os dedos. 14 Há no seu coração perversidade, todo o tempo maquina mal; anda semeando contendas. (6:12-14)

DESENVOLVE UM ESPÍRITO CALMO
O que possui o conhecimento guarda as suas palavras, e o homem de entendimento é de precioso espírito. (17.27)

FOGE DAS BRIGAS
Como o soltar das águas é o início da contenda, assim, antes que sejas envolvido afasta-te da questão. (17:14)

EVITA A MENTIRA
17 O que diz a verdade manifesta a justiça, mas a falsa testemunha diz engano. 22 Os lábios mentirosos são abomináveis ao SENHOR, mas os que agem fielmente são o seu deleite. (12.17,22)
O justo odeia a palavra de mentira, mas o ímpio faz vergonha e se confunde. Prov 13.5


SUAS RELAÇÕES COM SEUS AMIGOS E OUTROS

VALORIZA OS AMIGOS
Não deixes o teu amigo, nem o amigo de teu pai; nem entres na casa de teu irmão no dia da tua adversidade; melhor é o vizinho perto do que o irmão longe. (27:10)

É LEAL PARA COM OS AMIGOS
Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão. (17:17)

PROCURA O BEM DO PRÓXIMO
27 Não deixes de fazer bem a quem o merece, estando em tuas mãos a capacidade de fazê-lo. 28 Não digas ao teu próximo: Vai, e volta amanhã que to darei, se já o tens contigo. (3:27,28)

CONHECE SEUS LIMITES PARA COM O PRÓXIMO
Não ponhas muito os pés na casa do teu próximo; para que se não enfade de ti, e passe a te odiar. (25:17)

É PACÍFICO
29 Não maquines o mal contra o teu próximo, pois que habita contigo confiadamente. 30 Não contendas com alguém sem causa, se não te fez nenhum mal. (3:29-30)

DIVIDE COM O NECESSITADO
O que oprime o pobre insulta àquele que o criou, mas o que se compadece do necessitado o honra. (14.31)
O que vê com bons olhos será abençoado, porque dá do seu pão ao pobre. (22:9)

EVITA MÁS COMPANHIAS
Não sejas companheiro do homem briguento nem andes com o colérico, Para que não aprendas as suas veredas, e tomes um laço para a tua alma. (22:24,25)



Receba nossos artigos em seu email:


Delivered by FeedBurner

0 comentários:

Enviar um comentário

Seus comentários são importantes para o blog. Deixe sua apreciação negativa ou positiva, mas não seja neutro.

Reservo-me no direito de não publicar comentários anónimos, caso entenda como necessário ou qualquer outro tipo de comentários que saia da orientação do blog.
Qualquer tipo de comentários que traga linguagem abusiva ou ofensiva de igual modo serão descartados.